O site da Renascença usa cookies. Ao prosseguir, concorda com o seu uso. Leia mais aqui.
|
23 agosto

Chlorella, o super alimento

23 ago, 2014

As algas são utilizadas já há muitos séculos para consumo humano, e algumas são bem saborosas. Basta pensar no sushi japonês.
Em Portugal o seu principal uso era como fertilizante agrícola – por exemplo eram recolhidas pelos barcos moliceiros na ria de Aveiro.
Atualmente, as algas são encaradas como um dos ingredientes naturais com maior potencial e perspetiva de crescimento em termos de aplicações.
Nos países asiáticos, como o Japão e a China, certas microalgas já são usadas como parte integrante de determinados alimentos.
Na Europa, a alga Chlorella e a bactéria fotossintética Spirulina são duas espécies aprovadas pela EFSA como alimento.
Pelo seu perfil excecional de nutrientes – quer em termos de variedade quer de qualidade – e também pelas alegadas propriedades funcionais, a microalgas prometem dar que falar.

*Autoria da Escola Superior de Biotecnologia da Universidade Católica Portuguesa, no Porto.

“Faça-nos perguntas!” aqui questoesbiotecnologia@porto.ucp.pt