PS diz que Governo deve pedir mais tempo à "troika"

05 jul, 2012

António José Seguro diz que decisão do Tribunal Constitucional, que vetou o corte dos subsídios, vai obrigar o Governo a rever as suas políticas orçamentais.
PS diz que Governo deve pedir mais tempo à "troika"

O secretário-geral do PS afirmou esta quinta-feira que a inconstitucionalidade dos cortes nos subsídios de férias e Natal obriga o Governo a rever as políticas orçamentais e a exigir mais tempo para consolidar as contas públicas.  
 
António José Seguro falava à entrada no Teatro São Luiz, em Lisboa, depois de confrontado com a decisão do Tribunal Constitucional, que declarou a inconstitucionalidade da suspensão do pagamento dos subsídios de férias ou de Natal a funcionários públicos ou aposentados, mas determina que os efeitos desta decisão não tenham efeitos para este ano. 
 
"Esta decisão do Tribunal Constitucional vai obrigar o Governo a rever as suas políticas orçamentais para os próximos anos já a partir de 2013", referiu o líder socialista, tendo ao seu lado o presidente da Câmara de Lisboa, António Costa. 
 
António José Seguro considerou ainda que o Governo vai agora ser obrigado a defender perante a 'troika' o prolongamento do processo de ajustamento financeiro do país.  
 
"Como já este ano o Governo estava a fracassar no cumprimento do objectivo do défice, esta decisão do Tribunal Constitucional vem ainda dar mais razão à proposta do PS no sentido de ser necessário mais tempo para a consolidação das contas públicas", declarou o líder dos socialistas.