|

 Casos Ativos

 Suspeitos Atuais

 Recuperados

 Mortes

Mais de mil professores contratados nos quadros em 2015

19 fev, 2014 • Fátima Casanova e Marlene Carriço [Jornal de Negócios]

Em entrevista à Renascença e ao Jornal de Negócios, o ministro Nuno Crato avançou que podem entrar nos quadros até dois mil docentes, que estejam a renovar contrato pelo sexto ano consecutivo.

O ministro da Educação revelou que centenas de professores contratados vão entrar nos quadros no próximo ano. É a resposta do Governo ao aviso feito pela Comissão Europeia para colocar um travão às contratações sucessivas.

Em 2015, um processo semiautomático vai beneficiar os docentes que estejam a renovar contrato pelo sexto ano consecutivo, entrando assim nos quadros, explicou Nuno Crato em entrevista à Renascença e ao Jornal de Negócios.

Apesar de não querer comprometer-se com um número, considerando ser muito difícil ter uma estimativa, o ministro avançou que pode estar “na ordem de mil, dois mil, talvez menos. Vai depender de como tudo isto funcionar e do número de aposentações e dos contratos que forem renovados.”

Quanto à temática dos professores contratados, reconheceu que a tendência é para diminuírem, mas lembrou que no sistema português - como no doutros países - há sempre “necessidades transitórias e para essas são precisos professores contratados.”

Em relação à contratação de docentes pela escola, o ministro da Educação afirmou querer agilizar o processo, acredita que as negociações sindicais vão estar concluídas dentro de um mês e que as novas regras estarão em vigor nas contratações do próximo ano lectivo.

Nesta entrevista, o governante anunciou ainda que o concurso deste ano, para a vinculação extraordinária de cerca de dois mil professores, vai avançar antes do Verão.